sexta-feira, 19 de junho de 2009

O MELRO CANTA BONITO, poesia de Maria da Fonseca


De plumagem toda negra,
E com seu bico amarelo,
O melro canta bonito
Nas ameias do Castelo.
.
Nesta época do ano,
Dedica a sua canção
A uma fogosa parceira,
Com alegria e paixão.
.
Logo que a vê, corre atrás
Procurando alcançá-la.
Suas perninhas velozes
Tentam em vão apanhá-la.
.
A fêmea levanta voo
E deixa triste o seu par.
A ingrata não foi sensível
Ao mavioso cantar!
.
.

4 comentários:

Rita disse...

Muito engraçada esta história!! Bjs da Neta da Avómi.

Rita disse...

Este texto poético está muito bonito. Bjs Da neta da avómi.=)

Maria Fonseca disse...

Querida Rita, que bom teres gostado do melro a cantar bonito - eles cantam muito bem e perto da minha casa há muitos, sabes? Muito obrigada por teres deixado o teu comentário no blogue. Muitos beijinhos para ti e para a tua Avó que muito estimo e admiro. Maria

Ilona Bastos disse...

Muito obrigada, Rita, pelo teu comentário e pela visita ao blog!!! Beijinhos para ti e para a Avómi